Os dois templos-sede Soto Zen (2 – Sojiji)

Chegada no Sojiji 25 outubro 2011

A nossa escola, com aproximadamente 15.000 templos no Japão, além de vários templos e inúmeros centros de prática no exterior, possui dois templos-mosteiros que são considerados “sedes” da escola, devido à importância de seus fundadores. Um, o templo-mosteiro Eiheiji, foi fundado em 1244 pelo Mestre Dogen, fundador de nossa escola no Japão.

O outro templo-sede é o templo-mosteiro Soji-ji que foi originalmente fundado no ano 740 na Península Noto, na Província de Ishikawa, pelo grande monge Gyoki (668-749), da escola do Budismo Shingon, com o nome Moro-oka-dera.

 No ano 1321, o monge Jôkin Keizan (1268-1325), da escola Soto Zen, recebeu o convite de se tornar o monge titular (jûshoku, frequentemente traduzido como abade). Converteu o templo num tempo Soto Zen e mudou o nome para Sôji-ji (総持寺).

Depois de receber a Transmissão de Darma, para ser formalmente reconhecido pela escola Soto Zen, o monge deve passar pelas cerimônias de Zuise” nestes dois templos-mosteiros (Eiheiji e Sojiji). Com esta cerimônia, passa a ser oficialmente um “Oshô” (monge plenamente formado). Se já tiver completado a prática necessária num mosteiro de treinamento oficial, depois de um processo burocrático, receberá autorização como “Sensei” (Professor de Darma) com uma graduação em acordo com o seu tempo em mosteiro oficial. Se tiver uma graduação suficientemente alta, poderá receber autorização para ser Monge Titular de um templo oficial (Jûshoku) e ordenar novos monges e oficial cerimônias de transmissão dos preceitos para leigos.

O Mestre Keizan, o quarto ancestral da nossa linhagem japonesa, foi uma figura extremamente importante na disseminação e “popularização” do Soto Zen, o levando aos camponeses e camadas “populares” da sociedade japonesa. Por este motivo, é considerado “mãe” do Soto Zen japonês (com o Mestre Dogen sendo considerado “pai”). Referimos a estes dois grandes mestres juntos como “Ryôso”, ou o Duo Ancestral. O Mestre Keizan deu a ordenação monástica a várias mulheres, sendo um defensor dos direitos iguais das mulheres.

Em 1898, o complexo, então com aproximadamente 70 construções, foi quase completamente destruído num incêndio. Durante as discussões sobre a reconstrução, foi tomada a decisão de relocar o templo em Tsurumi, Yokohama, próximo à cidade de Tokyo. Desta forma, o novo Sojiji iniciou as suas atividades oficialmente no ano 1911, numa área de aproximadamente 190.000 m2 em Tsurumi, Yokohama.

Posteriormente, o templo original, na península de Nota, foi reconstruído e o nome mudado para Sojiji-soin (総持寺祖院). Foi lá que o nosso amigo, o monge japonês, Genshû-san, que nos visitou recentemente, treinou durante sete anos e meio.

Com aproximadamente 150 monges-noviços em treinamento, o templo-mosteiro Soji-ji (em Yokohama) recebe milhares de visitas diariamente. É conveniente telefonar antecipadamente para marcar horário se quiser fazer o “tour” (400 Yen). Aberto da 10:00 às 16:30.

Uma vez por mês, num sábado de manhã, oferece um encontro do Zazen-kai para estrangeiros (500 Yen, com palestra em inglês – nota: a primeira vez que visitei o Sojiji, em 2000, pude assistir a uma palestra do Saikawa Roshi, o nosso Superintendente Geral para a América do Sul, em inglês sobre o Sutra do Coração da Grande Sabedoria).

. Ler no site oficial de Soto Zen: Visitando Respeitados Templos do Budismo Soto Zen no Japão: Templo Principal Sojiji
. Assistir ao Vídeo sobre o Templo Sojiji
. Ler um excelente descrição do Sojiji (em inglês)
. Ver Mapa e Diagrama do Templo
. Ler sobre o Sojiji-soin (o Templo Sojiji original na Península de Nota)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: