Gotan-e (Cerimônia do Nascimento de Buda) e Hanamatsuri

A tradição nos conta que, voltando à casa dos pais para o nascimento de seu filho, a mãe de Buda parou para descansar no Jardim de Lumbini (no Nepal de hoje), um parque cheio de flores lindas a desabrochar e correntes de águas cristalinas, numa floresta tranquila e bonita. Quando estendeu a mão para colher um ramo florido de uma árvore “ashoka”, nasceu o Sidharta Gautama, o futuro Buda.

Logo em seguida ela teria dado sete passos em cada uma das quatro direções cardinais. Flores brotaram do chão no local de cada passo, e um doce néctar caiu do céu banhando-o. Com a mão direita apontando o céu e a mão esquerda apontando para a terra ( o “mudra” de conceder coragem e caridade), ele teria dito : “Entre o céu e a terra, sou eu o mais honrado.” Que simbolismo maravilhoso!

Por volta do ano 600, os japoneses uniram às festividades budistas já existentes – o Banho do Buda-nenê (Kambutsu-e) e a cerimônia do Nascimento do Buda (Gotan-e) – com mais uma festividade – o popular Festival das Flores (Hanamatsuri). Esta tradição da união destas três festividades é mantida até hoje.

Em São Paulo, por exemplo, todos os anos durante uma semana de abril, é montada uma “casinha” coberta de flores com uma imagem do Buda-nenê. Isto acontece na Praça da Liberdade, para que as pessoas possam fazer suas preces e também banhar o Buda-nenê com um chá adocicado, simbolizando o néctar celestial. No último dia, um sábado, é feita uma procissão que percorre as ruas do bairro da Liberdade, levando o pequeno Buda carregado por um elefante branco.

Crianças, vestidas com trajes típicos, lideram a procissão, que conta com monges de várias tradições budistas japonesas, e também autoridades e o público em geral.

Esta tradição já foi adotada também nas cidades de Curitiba e Florianópolis.

Todo ano, num domingo de Abril, a Sanga Águas da Compaixão celebra o Hanamatsuri e realiza as cerimônias de Celebração do Nascimento de Buda e a do Banho do Buda-nenê (Gotan-e e Kambutsu-e). Veja a programação para verificar a data.

Esta cerimônia é uma das Três Grandes Cerimônias (Sanbukki) de gratidão pelos ensinamentos que o Buda nos deixou. As outras duas são Jôdô-e (Cerimônia da Iluminação) no dia 8 de dezembro  e Nehan-e (Cerimônia da Parinirvana), ou falecimento) no dia 15  de fevereiro.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Outras informações e fotos:

Hanamatsuri em São Paulo (2005)
Site oficial do Soto Zen, Japão
Aliança Cultural Brasil-Japão

Anúncios

2 Respostas to “Gotan-e (Cerimônia do Nascimento de Buda) e Hanamatsuri”

  1. Hanamatsuri e Gotan-e « Sanga Soto Zen Budista Águas da Compaixão Says:

    […] mais informações Posted in Blogroll, Budismo em Porto Alegre, Meditação em Porto Alegre, Prática Zen Budista, Zen Budismo. […]

    Curtir

  2. Luzes de Natal e Chanucá | Monja Isshin Says:

    […] celebrado no dia 8 de abril com cerimônias religiosas nos templos e com o festival popular chamado Hanamatsuri (Festival das Flores), enquanto que e celebrado como Vesak nos outros países budistas, em datas […]

    Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: