Poemas Chineses

Estes dois poemas clássicos chineses são recitados diariamente, durante o serviço matinal, nos mosteiros japoneses.

Veja também este poema clássico que, apesar de não ser recitado regularmente, é estudado nos mosteiros: Versos sobre a Fé na Mente (Hsin Hsin Ming)

Δ Identidade do Relativo e do Absoluto
(Sandôkai)
Sekitô Kisen (Ch. Shitou Xiqian, 700-790)

Ο A mente do Grande Sábio da Índia
estava intimamente ligada de Leste a Oeste.
Entre seres humanos há sábios e tolos
mas no Caminho não há Fundador do Sul ou do Norte.
A fonte sutil é clara e brilhante.
As correntes tributárias fluem através da escuridão.
Apegar-se às coisas é ilusão,
encontrar o absoluto ainda não é Iluminação. Ο
Um e todos, as esferas subjetiva e objetiva
são relacionadas e ao mesmo tempo independentes.
Relacionadas e, ainda assim, funcionam diferentemente
embora cada uma mantenha seu lugar.
Forma faz com que o caráter e aparência difiram.
Sons distinguem conforto e desconforto.
Escuro faz de todas as palavras, uma.
A claridade distingue frases boas e más.
Os quatro elementos voltam à sua natureza,
assim como uma criança à sua mãe.
Fogo é quente, vento é movimento,
água é úmida e terra é dura,
Olhos vêem, ouvidos escutam, narinas cheiram,
língua sente o salgado e o azedo.
Cada um, independe do outro.
Causa e efeito devem retornar à grande realidade,
as palavras alto e baixo são usadas relativamente.
Dentro da luz há escuridão
mas não tente compreender esta escuridão.
Dentro da escuridão há luz
mas não procure por esta luz.
Luz e escuridão são um par,
como o pé na frente e o pé de trás, ao andar. Ο
Cada coisa tem seu valor intrínseco e está relacionada a tudo o mais em função e posição.
Vida comum se encaixa no absoluto,
como uma caixa à sua tampa.
O absoluto trabalha com o relativo,
Como duas flexas se encontrando em pleno ar. Ο
Lendo estas palavras, apreenda a realidade.
Não julgue por nenhum valor.
Se você não vê o Caminho,
não o vê mesmo ao andar nele.
Quando você caminha, não é perto nem longe.
Se estiver deludido,
estará a rios e montanhas de distância.
Respeitosamente digo
àqueles que querem ser iluminados:
” Noite e dia, não percam tempo.”

 

Δ Samadhi do Espelho Precioso
(Hôkyôzanmai)
Tôzan Ryôkai (Ch. Liang Chiai, 806 – 869)

Ο O Darma do assim como é,
Budas Ancestrais cuidadosamente transmitem.
Agora você o encontrou
preserve-o bem. Ο

Uma bandeja de prata acumula branca neve.
Na luz do luar a nívea garça desaparece.
Parecem-se, mas não são iguais.
Juntando-as, sabemos que são.

A mente não se expressa em palavras
mas elas encorajam àquele que procura.
Se excitado, você entra em uma armadilha.
Se se opuser, espere pela queda.

Afastar-se ou tocar:
ambos errados.
É como fogo maciço.
Se o retratar com palavras elegantes,
o estará maculando.

No meio da noite, a correta luz.
No céu do amanhecer não aparece.
É a regra geral.
Usando-a, remove-se todo o sofrimento.

Mesmo sendo do mundo dos fenômenos
esta narrativa não o é.
Mesmo sem ser da intenção
este não palavras, não o é.

É como olhar no espelho precioso
onde forma e reflexo se encontram.
Você não é ele,
mas ele é tudo de você.

É como um bebê no mundo
pleno de seus cinco sentidos.
Sem ir nem vir.
Sem se levantar e sem parar.

Gugu! Dadá!
Uma fala sem fala!
E nada compreendemos.
Sua fala ainda não é correta.

Como as linhas do hexagrama:
relativo e absoluto se integram,
sobrepostas tornam-se três.
A completa transformação as faz cinco.
Como o paladar da erva chissô,
como as faces do diamante.

Dentro do absoluto
Todos os relativos se integram.
Perguntas e respostas
caminham juntas.

Comunicar com a essência
é comunicar com o caminhar.
Inclui integração
e inclui o Caminho.
Em comunhão auspiciosa!
Não destrua isto!

A maravilhosa verdade do céu
está além da questão de delusão ou Iluminação.
Quando causa e efeito chegam a termo,
sua luz brilha naturalmente.

Nas coisas pequenas, ela é a menor de todas.
Nas coisas grandes, ela é ilimitada.
Basta um finíssimo fio de seda de diferença
para que a harmonia se quebre.

Agora a escola em súbita e em gradual se biparte.
Estabelece bases seguindo estas regras.
Mas a prática diligente penetra o ensinamento
e a verdade continua a fluir incessantemente.

Por fora, tranquilos; por dentro, agitados.
Como um cavalo no cabresto ou rato acuado.
Os antigos sábios se apiedaram,
oferecendo o Darma que leva à outra margem.

Seguindo pontos de vista errados,
ao preto chamam de branco.
Exaurindo os falsos pensamentos,
a mente aberta aceita a si mesma.

Se desejar caminhar nas pegadas dos antigos,
rogo que observe os exemplos de antanho.
Aproxime-se para realizar o Caminho de Buda.

Como por dez kalpas,
observando uma árvore,
como um tigre ferido
ou como um cavalo manco.

Porque existem coisas inferiores,
existem tesouros raros em pedestais,
porque há coisas maravilhosas e estranhas,
há gatos selvagens e vacas brancas. Ο

O mestre arqueiro
com o poder de sua técnica,
pode atingir
um alvo a uma centena de passos.

Mas quando duas flexas se encontram em pleno ar
ponta com ponta,
será somente a técnica
a responsável? Ο

Ao mesmo tempo, o boneco de madeira canta,
a mulher de pedra se levanta e dança.
Apenas a mente comum
admite este pensamento?

O servo atende ao seu senhor,
a criança obedece ao pai.
Se não houver obediência,
não haverá respeito filial.
Se não houver serviço,
não haverá atendimento.

Em segredo e misteriosamente,
agindo como um tolo,
atuando como um bobo,
apenas o capaz de herdá-lo,
é chamado de mestre entre os mestres.

3 Respostas to “Poemas Chineses”

  1. Luiza Says:

    ainn que fofo *-*

    Curtir

  2. Reivax Argen Says:

    Dizer “isto existe” é tomar as coisas por eternas, dizer “isto não existe”, é ver apenas seu aniquilamento. Assim, o homem esclarecido não se apega nem à idéia de ser, nem à de não ser. (Do Mestre Nargajuna – Tratado do Caminho do Meio). Da Natureza do que Não é – Nem Eternalista Nem Niilista -. Tienshin

    Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: