O-Higan: Equinócio

Os Equinócios, quando dia e noite tem a mesma duração, são momentos para lembrar a “travessia para a outra margem” – a Margem da Nirvana, a libertação do sofremento. É um momento para renovar a nossa prática das Seis Paramitas, e a nossa gratidão aos nossos antepassados.

Leia mais sobre O-Higan

Esta foto, de Chico Saragiotto mostra  (nas palavras do fotógrafo): “o deslocamento aparente do sol nascente na linha do horizonte leste, quando observado a partir do ponto culminante da Montanha Central da Serra Negra (Alto da Serra). No solstício de inverno o nascente se dá em seu limite setentrional, e as noites são as mais longas do ano. No solstício de verão o nascente ocorre em seu extremo meridional, e os dias são os mais longos. Nos equinócios, de outono e de primavera, o nascente ocorre no ponto médio da linha de deslocamento, e dias e noites tem igual duração em todos os países do mundo.”

.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: